AS aeronaves a jato de companhias aéreas, como um Airbus A320, Boeing 777 ou um North American X-15, voam a uma incrível velocidades que podem passar dos 900 km/h. Eles se tornam em um risco no céu, com essa velocidade toda, as aeronaves podem até cruzar países ou continentes em pouco tempo. Mas o homem consegue voar a uma velocidade muito mais rápida. Porém, essas missões são reservadas apenas aos militares, que podem passar dos 7.000 km/h voando em aviões de caça ou protótipos.

 

avião

North American X-15

 

Eles conseguem atingir velocidades altas, geralmente mach 2 (duas vezes a velocidade do som) são essenciais em certos ramos da aviação militar. Por exemplo, os interceptadores precisam ser rápidos para abordarem uma aeronave inimiga antes que ela entregue o pacote (míssil). Já aviões de reconhecimento e espionagem aérea precisam voar rápido para colher seus dados e conseguir deixar a área antes de serem detectados e abatidos.

 

aeronave

As indústrias dos Estados Unidos da América e Rússia foram as que criaram as aeronaves mais rápidas que já voaram, todas militares.

 

No setor comercial a única tentativa de transportar passageiros em velocidades supersônicas foi com o anglo-francês Concorde, que voou de de 1976 até 2003. Capaz de atingir 2.200 km/h (duas vezes a velocidade do som), o avião podia voar de Paris até o Rio de Janeiro em apenas 6 horas, percurso que hoje demora mais de 12 horas a bordo de um Boeing 777, por exemplo. As indústrias dos Estados Unidos da América e Rússia foram as que criaram as aeronaves mais rápidas que já voaram, todas militares. Caças, bombardeiros, aviões espiões e protótipos.

 

nasa

O North American X-15 é o avião mais rápido do mundo, a aeronave conseguiu atingir a velocidade de 7.273 km/h.

 

O avião mais rápido de todos os tempos, é o protótipo North American X-15, o avião já atingiu incríveis 7.273 km/h em 1967. O avião foi um pedido conjunto da Força Aérea dos EUA e da NASA, que juntas, pesquisavam novas formas de chegar a velocidades até então nunca alcançadas. Para voar, o X-15 tinha de ser lançado de um bombardeiro B-52 para só então ligar seus motores. Terminado o voo, o piloto pousava o protótipo como uma aeronave convencional devido a sua grande potência.

 

Não deixe de curta nossa Fan Page no Facebook e nos siga no Instagram:

 

Cadastre seu email gratuitamente para receber nossas atualizações:

Delivered by FeedBurner

Se Gostou, Confira Mais Abaixo